Mensagem

Os artigos veiculados neste blog podem ser utilizados pelos interessados, desde que citada a fonte: GÖLLER, Lisete. [inclua o título da postagem], in Memorial do Tempo (http://memorialdotempo.blogspot.com.br/), nos termos da Lei n.º 9.610/98.

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Família Mossmann - 190 Anos da Imigração - 1828 - 2018


5º Encontro da Família Mossmann – 13/10/2018 – Foto: Patrícia Pohren Lohmann

No ano de 2018, comemoramos os 190 Anos da chegada da Família Mossmann ao Brasil. A jornada desta família começou no mês de janeiro de 1828, quando Johann Jacob Mossmann, a esposa Maria Gertrudes Neumann e os filhos Anna Catharina, Anna Margaretha, Johann Mathias, Jacob Filho, Rosina e Anna Elisabetha, deixaram a cidade de Fronhofen onde residiam, para empreenderem uma longa e difícil travessia, objetivando obter uma nova vida no Brasil. A Família Mossmann e outros emigrantes haviam contratado um navio holandês, o Actif, que zarpou de Amsterdã no mês de abril daquele ano. A viagem teve os seus percalços, pois o navio apresentou problemas, além de haver um sério desentendimento com o seu capitão, de maneira que a viagem, que deveria levar três meses, teve o seu término declarado de maneira inusitada em agosto de 1828. 

O navio deveria seguir até o Rio de Janeiro, possivelmente finalizando a viagem no Rio Grande do Sul, mas o capitão, devido ao desentendimento citado, baniu do navio e deixou à própria sorte um grupo formado por quatro famílias, dentre as quais a dos Mossmann, na ilha de São Gonçalo, na região nordeste do país. Os passageiros restantes foram deixados no Recife, tendo o capitão em seguida desaparecido. Contando com a ajuda de locais e escravos fugidos, as famílias segregadas, depois de enfrentarem a fome, o calor e as intempéries, chegaram ao Recife após oito dias de viagem.

As famílias vindas no Actif vieram a fazer parte da Colônia de Santa Amélia, criada pelo governo de Pernambuco em 01/12/1829, situada a 46 km de Recife, num lugar denominado Catucá ou Cova da Onça. A Família Mossmann, depois de juntar economias durante os poucos anos de permanência em Pernambuco, migrou para o RS, chegando a este Estado em 1833. No ano de 1834, o nosso genearca Johann Jacob Mossmann  aparece no Kirchenbuch de Bom Jardim (Ivoti), como integrante da Comunidade Católica, onde era residente e proprietário de lotes, tendo falecido nesta cidade, assim como a sua esposa Maria Gertrudes Neumann. 

O casal Mossmann teve 10 filhos, mas deixou 7 descendentes, que vieram a formar os 7 grandes ramos da família: Anna Catharina Mossmann, Johann Mathias Mossmann, Jacob Mossmann Filho, Rosina Mossmann, Gertrudes Mossmann, Maria Josepha Mossmann e Carolina Mossmann.


Ramos da Família Mossmann: 1-Família do trineto de Carolina Mossmann e Pedro Ely Filho: Inácio Laerte Schuster, residente em Harmonia RS


2-Família da bisneta de Anna Catharina Mossmann e Joseph Welter: Idalina Schmitz Göller, minha avó, que residia em Pareci Novo RS; 3-Família do bisneto de Johann Mathias Mossmann e Clara Diehl: Luiz Mossmann, que residia em Parobé RS; 4-Família do neto de Jacob Mossmann Filho e Margaretha Schneider: João Balduíno Mossmann, que residia em Salvador do Sul RS; 5-Família do neto de Rosina Mossmann e Mathias Lauermann: Jacob Führ, que residia em Ivoti RS; 6-Família da neta de Gertrudes Neumann e Carlos Senger: Rosina Schneider, que residia em Ivoti RS; 7-Família do neto de Maria Josepha Mossmann e Felippe Renner: o famoso empresário Anton Jacob Renner ou A. J. Renner (sentado, 3º da esq. p/dir.), com seus irmãos, o qual residia em Porto Alegre RS


AS COMEMORAÇÕES DENTRO DO 5º ENCONTRO DA FAMÍLIA MOSSMANN

 A comemoração do 5º Encontro foi realizada no dia 13/10/2018, na Sociedade Esportiva do Município de Maratá RS, o qual foi promovido pelos descendentes do casal João Balduíno Mossmann e Margarida Christiana Schuh, na cidade onde nasceu a filha Aninha Mossmann Büttenbender (in memoriam). João Balduíno Mossmann era filho de Jacob Mossmann Neto e Carolina Lenhard, sendo neto do imigrante Jacob Mossmann Filho e Margaretha Schneider. Fizeram parte da Comissão de Organização Vera Buttenbender Schneider, Valdir Buttenbender e Clara Buttenbender Kerber.


A Sociedade Esportiva de Maratá RS

A programação teve início no salão da Sociedade Esportiva Maratá às 8 horas, com a recepção e identificação dos convidados. Neste momento, os familiares tiveram a oportunidade e apreciar o painel da Família Mossmann, com fotos antigas de alguns de seus membros.










Às 10 horas, os convidados seguiram para a celebração religiosa na Igreja de São Miguel de Maratá


A Igreja de São Miguel


A organizadora do evento, Vera Büttenbender Schneider, saudou aos presentes, abrindo oficialmente as festividades
do encontro da Família Mossmann


A entrada do pároco da Igreja de São Miguel, Padre Cláudio Finkler




O celebrante destacou a importância da união dos membros da Família Mossmann ali reunidos, convidando-os a orar e agradecer a Deus naquela importante celebração












A música esteve aos cuidados de Luis Rodrigo Kerber, um excepcional músico


Os cânticos foram interpretados com excelência pela cantora Raquel Helen Fortes


Os presentes preparam-se para receber a Eucaristia


Momento de enlevo e emoção: Raquel Helen Fortes canta a Ave Maria de Gounod!

Após, houve o almoço de confraternização com churrasco e acompanhamentos, além de sobremesas, elaborados com muito carinho pela equipe de apoio.









À tarde, o encontro prosseguiu com boas conversas, músicas e danças.


Boa música no encontro da Família Mossmann!


Músicas e cantorias alegres no encontro


Danças animadas aos pares - Foto: Michel Natan Feyh


Dançando a Polonese - Foto: Michel Natal Feyh

Seguem fotos de alguns dos presentes à 5ª Encontro da Família Mossmann:


Família Mossmann e Wiedeck, residentes no Estado do Paraná - Foto: Michel Natan Feyh


Com Elma Mossmann Wiedeck, a única filha de João Balduíno Mossmann, que vive entre nós na atualidade, a qual reside em Pato Bragado, Paraná - Foto: Deloni Mossmann


Noeli Mossmann e Francisco Roque Juchem, responsável pela excelente pesquisa genealógica do ramo de João Balduíno Mossmann; residentes em Tunápolis, Santa Catarina



Link para a postagem sobre a viagem de navio da Família Mossmann:



Créditos:

Fotos de Patrícia Pohren Lohmann (foto oficial), Lisete Göller, Michel Natan Feyh  e Deloni Mossmann (indicadas)



Nenhum comentário:

Postar um comentário